Sexta, 21 de Junho de 2024
21°

Tempo limpo

Itapema, SC

Social Solidariedade

Associação itapemense 'Protetoras em Ação' precisa de ajuda urgente

O grupo anunciou a suspensão de suas atividades em virtude de dívidas com clínicas.

31/05/2024 às 16h56
Por: Cidade 104.1
Compartilhe:
Foto - Shutterstock
Foto - Shutterstock

A associação "Protetoras em Ação" tem sido um farol de esperança para animais em situação de risco em Itapema. Fundada em 2005, esta organização sem fins lucrativos concentra seus esforços no resgate, tratamento e reabilitação de animais abandonados ou maltratados, contando com a dedicação inabalável de voluntários comprometidos.

Estes voluntários, apesar de possuírem suas ocupações e vidas pessoais, dedicam-se integralmente à causa animal, contando com o apoio da comunidade através de doações, campanhas de arrecadação e parcerias estratégicas com clínicas veterinárias e estabelecimentos agropecuários locais para garantir que cada animal resgatado receba o cuidado necessário e uma chance de encontrar um novo lar amoroso.

Dificuldades

Rosinha Silveira, a vice-presidente da associação, compartilhou os detalhes das operações diárias que vão além do simples resgate. “Nossa missão se estende a socorrer animais de rua doentes, cães no cio, e até animais pertencentes a famílias carentes que enfrentam dificuldades para arcar com tratamentos veterinários”, disse Silveira.

Ela também destacou as iniciativas de conscientização sobre os direitos dos animais e a importância de cuidados adequados. O grupo organiza eventos para promover a adoção, com atividades que incluem brincadeiras e desfiles pet, visando aumentar o engajamento e o amor pela causa animal.

Apelo Urgente por Ajuda

Apesar do trabalho incansável, as "Protetoras em Ação" enfrentam dificuldades financeiras consideráveis, com dívidas que já somam aproximadamente R$ 12 mil, acumuladas nos meses de março e abril deste ano.

Atualmente, a associação cuida de mais de 40 animais, lotando o espaço, e, devido à falta de recursos, anunciou uma pausa dolorosa em suas atividades de resgate. "Estamos com os recursos esgotados, e cada uma de nós já contribuiu além de suas possibilidades", revelou a associação. A situação levou o grupo a redirecionar casos emergenciais para outras instituições de apoio animal na região, como o Daba (Departamento de Assistência e Bem-Estar Animal) e para o Gor (Grupo de Operações e Resgate)

Diante desta situação delicada, a associação faz um apelo emocionante por suporte financeiro, que pode ser realizado por meio de doações via PIX, por meio da chave 42.880.314/0001-76, para que possam liquidar ao menos, parte das dívidas e retomar as atividades que a sociedade necessita.

Para quem não puder colaborar com apoio financeiro, também é possível ajudar por meio de adoção consciente, que podem ser consultados através do perfil da associação no Instagram @protetoras_itp.

Poder do amor

As integrantes da "Protetoras em Ação" reforçam que a motivação para continuar vem do amor e da esperança em conscientizar a comunidade sobre a importância do bem-estar animal. "Em cada situação de abandono ou maus-tratos, estamos presentes para fazer a diferença", afirmam, destacando que o amor é o verdadeiro motor de suas ações.

Este apelo se estende a todos na comunidade de Itapema e além, convidando a participar ativamente na solução dessas questões, seja através de adoções responsáveis ou suporte financeiro, para assegurar que as "Protetoras em Ação" possam continuar seu nobre trabalho.

 

Leia também

Rosinha, defensora da causa animal em Itapema conversa com Flavio Silva e Prof. Helle Borges

Florianópolis inicia emissão gratuita de RG para pets

Flavio Silva entrevista e apresenta os parceiros do 1º Pet Day da Rádio Cidade!

Resgatados 163 cães explorados para reprodução em canil clandestino de Joinville

 

CONFIRA NOSSA PROGRAMAÇÃO AO VIVO

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.