Segunda, 15 de Julho de 2024
13°

Tempo nublado

Itapema, SC

Policial Op. Praesidium

Residência de Canelinha é alvo de operação interestadual contra abuso sexual infantojuvenil

Origem da investigação no Acre revela rede criminosa.

11/07/2024 às 14h43 Atualizada em 11/07/2024 às 15h11
Por: Rádio Cidade
Compartilhe:
Foto - Reprodução
Foto - Reprodução

Nesta quinta-feira (11/7), a Polícia Federal deflagrou a Operação Praesidium com o objetivo de coibir a produção, o armazenamento e a divulgação de conteúdo de abuso sexual infantojuvenil. A ação cumpriu dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara da Infância e Juventude da Comarca de Rio Branco, capital do Acre. A investigação teve início em março de 2024, após denúncia encaminhada à Polícia Federal.

Os mandados foram cumpridos nas cidades de Rio Branco/AC, no norte do Brasil, e Canelinha/SC, com o objetivo de identificar elementos que confirmem a participação do investigado nos crimes e possíveis outros envolvidos, com continuidade do inquérito policial.

O envolvido podem ser processado pelos crimes de produção e disseminação de material contendo imagens de abuso sexual infantil, conforme previsto na legislação brasileira. Vale lembrar que esse tipo de crime configura uma grave violação dos direitos humanos.

Continua após a publicidade
Anúncio

A Operação Praesidium recebeu esse nome porque "Praesidium" significa "fortaleza" ou "proteção" em latim. Esse nome foi escolhido para simbolizar a missão da Polícia Federal de atuar como uma fortaleza de defesa contra o abuso sexual infantojuvenil. A palavra evoca a ideia de proteção das crianças e adolescentes, reforçando o compromisso das autoridades em combater esse tipo de crime com determinação e rigor, buscando garantir a segurança e a integridade das vítimas.

 

CONFIRA NOSSA PROGRAMAÇÃO AO VIVO

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.