Segunda, 15 de Julho de 2024
13°

Tempo nublado

Itapema, SC

Geral Cerimônia

Casa do Autista inaugura em BC com presença ilustre de Michelle Bolsonaro

Centro público inovador para autistas é o maior da América Latina.

28/06/2024 às 18h49 Atualizada em 30/06/2024 às 20h53
Por: Rádio Cidade
Compartilhe:
Michelle Bolsonaro marca presença na inauguração da Casa do Autista em Balneário Camboriú – Foto: Fecam/ Divulgação
Michelle Bolsonaro marca presença na inauguração da Casa do Autista em Balneário Camboriú – Foto: Fecam/ Divulgação

O Complexo Neurossensorial Casa do Autista, centro público especializado no diagnóstico e no tratamento do Transtorno do Espectro Autista, foi inaugurado na manhã desta sexta-feira (28) em Balneário Camboriú.

A cerimônia de inauguração contou com a presença da ex-primeira dama do Brasil Michelle Bolsonaro, responsável pelo corte da fita e o descerramento da placa inaugural juntamente com o governador Jorginho Mello (PL). Ontem (27), o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira (PL), havia anunciado com muita empolgação, a presença de Michelle.

“Essa é uma obra que o valor dela é imensurável, que você vai mexer com a essência da vida, tanto da criança como da família. A inclusão, o poder auxiliar na educação, no comportamento, no carinho, no bem-estar.”, pontua o governador do estado.

Continua após a publicidade
Anúncio

Michelle Bolsonaro destacou a importância do projeto para as famílias de Balneário Camboriú: “Um projeto maravilhoso que vai ajudar no desenvolvimento sensorial de nossas crianças autistas, no cuidado com as famílias”.

Ela também comentou que nunca viu um projeto similar no país, comparando-o às clínicas-escola da co-autora da Lei do Autista, Berenice Piana:

“Temos as clínicas-escola da nossa amada co-autora da Lei do Autista, Berenice Piana, mas como esse projeto de vivência sensorial, para mim, foi o primeiro. Balneário Camboriú está de parabéns”, destacou Michelle.

Foto - Gerson Felippi

Michelle Bolsonaro tem se destacado de maneira significativa por seu compromisso e engajamento em causas que beneficiam pessoas com deficiência, especialmente os surdos e autistas. Utilizando sua plataforma e influência, ela tem promovido iniciativas e campanhas que visam melhorar a acessibilidade, os direitos e a qualidade de vida desses grupos vulneráveis.

O prefeito da cidade, Fabrício de Oliveira, também representou a Federação de Consórcios, Associações de Municípios e Municípios de Santa Catarina (Fecam) na cerimônia, destacando a a importância da nova instituição para o atendimento especializado e gratuito a crianças autistas.

Além da presença de diversas autoridades, o evento foi marcado por diversos discursos e o compromisso em ofertar um futuro melhor para a população autista de toda a região.

 

Estrutura

Projetado para atender gratuitamente a população autista infantil residente na cidade, bem como os núcleos familiar e escolar dela, pela integração de projetos, programas e serviços, o Complexo Neurossensorial Casa do Autista é um centro público especializado no diagnóstico e no tratamento do Transtorno do Espectro Autista com capacidade para 200 crianças/dia. “Estamos proporcionando à comunidade autista o maior jardim neurossensorial da América Latina e serviços promotores de inclusão e maior qualidade de vida”, destaca o prefeito Fabrício Oliveira, acrescentando que um robô interativo, operado por inteligência artificial, também fará parte da rotina inclusiva local.

Com base no método terapêutico chamado Análise do Comportamento Aplicada (ABA), conhecido como ‘aprendizagem sem erro’ – cuja ênfase reside no reforço dos comportamentos positivos –, o Complexo Neurossensorial Casa do Autista vai oferecer, num espaço de 3,8 mil m², por meio de uma abordagem integrada, diagnóstico, atendimento multiprofissional, medicina integrativa, formação para pais e responsáveis, capacitação para a rede escolar, centro de convivência e centro de altas habilidades. “O autismo não é um limitador, mas o preconceito sim. Ele restringe a forma de olhar o autista e o que pensamos sobre suas capacidades”, pondera o prefeito Fabrício Oliveira.

Para isso, além de consultórios, áreas administrativas e laboratórios, o complexo dispõe de espaços inovadores e inclusivos como: o jardim e a sala sensorial, voltados à estimulação dos sentidos (paladar, audição, tato, visão e olfato); a sala psicomotricidade e a minicidade, promotoras de experiências orgânicas, cognitivas, sociais e afetivas; e as salas temáticas Lego, Gamer, Toy Story, Mundo e Jurássica, planejadas para facilitar a percepção da funcionalidade das estruturas oferecidas. Recursos em tecnologia aplicada também devem auxiliar as atividades desenvolvidas no local. Mesa interativa, robótica, tecnologia snoezllen e neuromodulação são alguns desses itens.

Foto - Divulgação/Prefeitura de Balneário Camboriú

 

Funcionamento

Os serviços prestados vão contemplar moradores de Balneário Camboriú com idades entre 3 e 12 anos que apresentarem diagnóstico de autismo nível 1 ou 2 pela equipe da Casa do Autista no contraturno escolar mediante cadastro na rede municipal de saúde. Psicologia, Fonoaudiologia, Psicomotricidade, Terapia Ocupacional, Nutrição, Assistência Social, Assistência Jurídica, Intervenção Pedagógica, Educação Física e Psiquiatria estão entre as áreas disponíveis.

Todos os profissionais que vão atuar no local, nos diferentes níveis, passam por capacitação em Análise do Comportamento Aplicada (ABA) – condição necessária para compor a equipe e promover a abordagem integrada e qualificada a ser implementada no complexo.

 

O Autismo: Entendendo e Respeitando a Diversidade

O autismo é um transtorno do neurodesenvolvimento que afeta a comunicação, o comportamento social e a interação social de uma pessoa. É uma condição complexa e variável, que se manifesta de maneiras diferentes em cada indivíduo. O termo "espectro autista" reflete essa diversidade, abrangendo desde casos mais leves até formas mais severas da condição.

Uma das características mais marcantes do autismo é a dificuldade na comunicação e interação social. Pessoas com autismo podem ter dificuldade em entender e expressar emoções, em manter conversas e em interpretar linguagem não verbal, como expressões faciais e gestos. Além disso, podem apresentar interesses restritos e comportamentos repetitivos.

É importante destacar que o autismo não é uma doença, mas sim uma condição neurológica que faz parte da diversidade humana. Cada pessoa com autismo possui habilidades, talentos e desafios únicos. É fundamental respeitar e valorizar essa diversidade, promovendo inclusão e acessibilidade em todos os aspectos da vida.

No entanto, muitas vezes as pessoas com autismo enfrentam desafios e barreiras em sua jornada. A falta de compreensão e informação sobre o autismo pode levar a estigmas, preconceitos e exclusão social. É essencial promover a conscientização e a educação sobre o autismo, para que a sociedade possa acolher e apoiar adequadamente as pessoas com essa condição.

A inclusão de pessoas com autismo em todos os ambientes, como escolas, locais de trabalho e espaços públicos, é um passo importante para construir uma sociedade mais justa e inclusiva. Adaptações razoáveis, apoio emocional e respeito à individualidade de cada pessoa são fundamentais para garantir a participação plena e igualitária de todas as pessoas, independentemente de sua condição.

É necessário também destacar os avanços na pesquisa e no tratamento do autismo. Estratégias de intervenção precoce, terapias especializadas e suporte familiar podem contribuir significativamente para o desenvolvimento e bem-estar das pessoas com autismo.

Em resumo, o autismo é uma parte importante da diversidade humana, e a compreensão, aceitação e inclusão são pilares essenciais para promover o respeito e a dignidade de todas as pessoas, independentemente de suas diferenças e particularidades.

CONFIRA MAIS FOTOS DO ESPAÇO APÓS OS ANÚNCIOS

CONFIRA NOSSA PROGRAMAÇÃO AO VIVO

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.