Sexta, 21 de Junho de 2024
20°

Parcialmente nublado

Itapema, SC

Geral Esportes

Atleta catarinense é a primeira brasileira da história a disputar Olimpíadas e Paralimpíadas

Na modalidade paralímpica, a catarinense já tem um extenso currículo conquistas.

05/06/2024 às 15h44 Atualizada em 05/06/2024 às 16h06
Por: Cidade 104.1 Fonte: Secon
Compartilhe:
Atleta catarinense é a primeira brasileira da história a disputar Olimpíadas e Paralimpíadas

O esporte de Santa Catarina viveu um dia histórico nesta terça-feira, dia 4 de junho. A atleta Bruna Daniel, natural de Criciúma, será a primeira da história do esporte brasileiro a disputar uma edição de Paralimpíadas e de Jogos Olímpicos, marcando presença já em Paris. A convocação foi feita pela Confederação Brasileira de Tênis Mesa nesta terça.

Na modalidade paralímpica, a catarinense já tem um extenso currículo conquistas, inclusive com medalhas nas edições dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro em 2016 (dois bronzes) e em Tóquio 2021 (bronze).

Antes da convocação para as Olimpíadas, Bruna Daniel já havia atingido um feito histórico no ano de 2023, quando se tornou a primeira atleta paralímpica a disputar os Jogos Pan-Americanos, realizados em Santiago no Chile e na ocasião conquistando uma honrosa medalha de prata.

 

Conheça a história da catarinense

Bruna, natural de Criciúma, começou a jogar tênis de mesa aos sete anos. Motivada pelos sonhos desde pequena, continuou praticando e percebeu que poderia crescer cada vez mais.

Aos 16 anos, recebeu um convite especial do presidente da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM), Alaor Azevedo, para se mudar para São Paulo com o Comitê Paralímpico.

Ainda menor de idade, foi morar em outro estado para seguir o sonho como atleta. Desde então, se profissionalizou cada vez mais e conquistou diversos títulos e campeonatos. A craque do Praia Clube-MG é a atual bicampeã do TMB Platinum – Campeonato Brasileiro no Absoluto A, que é considerado a principal categoria do tênis de mesa brasileiro, incluindo olímpicos e paralímpicos. Na mesa, conquistou a vaga na seleção brasileira que disputou o Sul-Americano.

Além disso, a atleta é medalhista paralímpica: ela conquistou duas medalhas de bronze no Rio, em 2016, e uma de prata em Tokyo, em 2020. Ela está classificada para jogar as Paralímpiadas de Paris 2024.

Bruna fez parte da seleção que conquistou a vaga nos Jogos Olímpicos de Paris após ficar em segundo lugar no Campeonato Pan-Americano. Depois, veio a convocação histórica para os Jogos Pan-Americanos, que rendeu uma medalha de bronze.

CONFIRA MAIS FOTOS APÓS OS ANÚNCIOS

CONFIRA NOSSA PROGRAMAÇÃO AO VIVO

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.